Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Músic(A)rtes

Blog de divulgação de Artistas e Artes.

12
Nov19

As Artes são benéficas à saúde

Estudo da Organização Mundial da Saúde para a Europa.

 

Pela primeira vez, um estudo da OMS (World Health Organization) faz uma ligação directa entre artes e saúde.

 

Artes

 

Dançar, cantar, ir a museus ou assistir a concertos de música pode ser benéfico para a saúde mental e física de todos nós. De acordo com o estudo, desde o nascimento até o fim da vida, a arte pode influenciar a saúde de forma positiva. Como exemplo, o relatório diz que crianças pequenas com pais que lêem histórias antes de dormir descansam mais durante a noite e têm melhor concentração na escola.

 

Entre os adolescentes que vivem em áreas urbanas, a educação com base na dramaturgia pode ajudar a tomar decisões responsáveis, melhorar o bem-estar e reduzir a exposição à violência. Mais tarde na vida, a música pode apoiar a cognição em pessoas com demência, sendo que a prática do canto melhora a atenção, a memória episódica e a função executiva.

 

Nos serviços de saúde, o estudo indica que as actividades artísticas podem ser usadas para completar ou aprimorar os protocolos de tratamento. Ouvir música ou fazer arte, por exemplo, reduz os efeitos colaterais do tratamento do cancro, incluindo sonolência, falta de apetite, falta de ar e náusea.

 

Segundo a pesquisa, actividades artísticas em situações de emergência, incluindo música, artesanato e arte do palhaço, reduziram a ansiedade, a dor e a pressão arterial, principalmente para crianças, mas também para os seus pais. Já a prática da dança promove melhorias clinicamente significativas na capacidade motora de pessoas com doença de Parkinson.

 

O relatório destaca que algumas intervenções artísticas não apenas produzem bons resultados, mas também podem ser mais económicas que os tratamentos biomédicos comuns. Como elas podem ser adaptadas para pessoas de diferentes origens culturais, intervenções artísticas também seriam uma alternativa para envolver grupos minoritários ou de difícil acesso.

 

Esta foi a principal conclusão do relatório, preparado pelo Escritório da Organização Mundial da Saúde para a Europa, depois de avaliar 900 publicações globais sobre o assunto, em cinco grandes categorias. As artes cénicas incluem música, dança, canto, teatro e cinema e as artes visuais abrangem artesanato, design, pintura e a fotografia.

 

A literatura está relacionada à escrita, leitura e participação em festivais literários e a cultura envolve ir a museus, galerias, concertos e teatro. Já as artes online estão ligadas a animações, artes digitais, etc.

 

O documento pede aos governos que considerem políticas que garantam a disponibilidade, e acessibilidade, de programas de artes para saúde em todas as comunidades. Além disso, pede ainda que os governos apoiem ONGs culturais e artísticas na implementação de projectos de saúde e bem-estar, como parte do seu trabalho.

 

 

Publicado por Music(A)rtes