Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Músic(A)rtes

Artes.

01
Abr20

Slimmy celebra 20 anos de carreira com concertos em casa e conversa com os fãs

Os diretos começam já no dia 4 de Abril.

Slimmy celebra 20 anos de carreira e vai dedicar o mês de Abril a vários concertos a partir de casa e conversas sobre temas actuais com os seus seguidores.

 

Slimmy «Crazy Love» 20 anos

 

Em vésperas de ser pai pela primeira vez Paulo Fernandes aka Slimmy oferece 20 anos da sua música a quem está em casa por força das circunstâncias. Os diretos começam já no dia 4 de Abril, Sábado, às 18h00, com o concerto “Slimmy Uncovered (covers & raridades)” e continuam até ao dia 25 de Abril.

 

PROGRAMA

 

04 Abril - 18h Slimmy uncovered (covers & raridades)

https://www.facebook.com/slimmy.paulo

 

08 Abril - 21h00 Q & A ( chat ) 

https://www.instagram.com/slimmy_music/

 

11 Abril - 21h00 “Beatsound Loverboy” (full album)

www.facebook.com/slimmy.paulo

www.youtube.com/Slimmypt

 

15 Abril - 18h00 Forum - Como escrever uma música

https://www.facebook.com/slimmymusic

 

18 Abril - 21h00 “I'm not crazy, I'm in Love” (full album)

https://www.instagram.com/slimmy_paulo/ 

www.youtube.com/Slimmypt

 

22 Abril - 18h00 Forum - Os músicos e a saúde mental 

https://www.instagram.com/slimmy_music/

 

25 Abril - 21h00 “Best of Gig”

https://www.facebook.com/slimmy.paulo 

www.youtube.com/Slimmypt

 

Slimmy começa em 2007, com o álbum Beatsound Loverboy. O músico tornou-se na “next big thing” em Portugal, com singles a serem êxitos na rádio, um tema na banda sonora da série do momento “CSI Miami”, convidado para todos os programas de rádio e televisão.

 

E foi com o álbum Beatsound Loverboy que valeu ainda a Slimmy a nomeação da MTV para o Best Portuguese Act e para os Globos de Ouro.

 

E o sucesso deste álbum não se ficou por aqui, e em 2007, Beatsound Loverboy foi considerado o terceiro melhor álbum nacional desde 1994, numa votação realizada para comemorar os 15 anos da Antena 3 em 2009. Destacaram-se os singles “You Should Never Leave Me (Before I Die)” e “Beatsound Loverboy” (6 semanas em número 1 no top da Antena 3 - a3-30).

 

Foi a época áurea de Slimmy, uma dos artistas mais carismáticos e dos últimos anos no nosso país.

 

Ainda no seguimento do lançamento de Beatsound Loverboy, o músico portuense Slimmy percorreu o país com a Sex&Love Tour que, entre 2007 e 2009, registou mais de 150 concertos entre os quais se podem destacar, por exemplo, os espectáculos apresentados em festivais como o Paredes de Coura 2007 (palco secundário) e o Marés Vivas 2008 no palco principal, primeiras partes em concertos de Moby e The Prodigy.

 

De 2010 a 2018 Slimmy continuou a trabalhar, lançando alguns álbum e EP’s, desde Be Someone Else em 2010, Freestyle Heart em 2013, Left in the dust EP em 2016 e Beatsound loverboy remastered + B sides em 2017.

 

Em 2019 lançou o álbum I’m not crazy, I’m in love, o 4º disco de originais que contém 10 temas em Inglês e 5 em português, com edição da INDEPENDENTrecords. I’m not crazy, I’m in love é uma resposta emotiva e positiva de Slimmy a uma depressão que o afastou durante alguns anos, cujas marcas deixadas se reflectem nas histórias das canções, com destaque para uma aposta forte no português e numa sonoridade mais pop.

Publicado por Music(A)rtes